O uso no tratamento da ATM e ortodontia móvel ou fixa. Próteses, desgastes seletivos ou movimentações dentárias, sempre deve ser efetuado visando recuperar e manter, “a posição de equilíbrio e conforto dental, do paciente”. 

Um caso, cuja tratamento é através de movimentações dentárias, feitas pela nossa equipe:

Uma criança de 8 anos, menina, com sobremordida, vício de língua, espaços entre os dentes, sintomas da ATM (estalos na articulação). Ao recuperar a posição de equilíbrio e conforto dental, da paciente, melhorou esses estalos e corrigiu a sobremordida e reduziu os diastema. Nesse caso, foi feito um planejamento para correção dos dentes, nessa “nova posição”, mantendo a oclusão perfeita estética e funcional e a estabilidade no equilíbrio muscular.

Nunca devemos fazer, um tratamento definitivo ou mesmo um tratamento com ortodontia fixa, se o paciente apresentar sintomas, de ATM ou DTM ou de disfunção. Devemos primeiro recuperar, “essa posição de conforto perdida”, por meio de aparelhos miorrelaxantes ou para movimentações móveis, e só depois, ver o tipo de tratamento final, indicado a esse paciente. 

É importante, nas crianças e adolescentes, a interceptação precoce, visando prevenir problemas e tratamentos complexos, futuros como, cirurgia ortognática ou da ATM, problemas de ATM ou DTM, dores de cabeça (enxaqueca ou cefaleia), estalos na articulação e tonturas ou vertigens (labirintite ou labirintopatia) e apneia do sono e ou do ronco. 

Outro caso de uma criança, (menino de 11 anos) com tonturas e dores de cabeça, fortes (sintomas que atrapalham, muito o rendimento escolar), estalos na articulação ao abrir a boca, apneia do sono (acordava cansado e com sono), a vista embaça, sobre mordida e micrognatismo – queixo curto.